YoutubeFacebookTwitterInstagram
Aparte
Author 4eb5c947b54eb69b
Jozailto Lima

É jornalista com 35 anos de experiência profissional. Antes do Cinform, trabalhou nos jornais Feira Hoje, Tribuna da Bahia, Jornal da Bahia, TV Subaé e Jornal de Sergipe.

Edvaldo teria procurado Álvaro Dias em busca do Podemos para Sergipe
CompartilharWhatsapp internalFacebook internalTwitter internal
7cf8d45740c0a617

Edvaldo Nogueira: em busca do Podemos e rejeitando o passado?

Há cerca de 15 dias, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, PCdoB, um aliado histórico do PT e do PMDB de Sergipe, procurou o presidente nacional do Podemos, senador do Paraná Álvaro Dias, e tentou ter dele uma permissão para comandar este novo partido em terras sergipanas.
 
Toda a corte de Edvaldo Nogueira a Álvaro Dias foi revelada esta semana, em detalhes, a uma fonte da política de Sergipe em Brasília por um outro político paranaense muito ligado ao líder do Podemos.
 
Segundo o político paranaense, Álvaro Dias teria estranhado a remetida do prefeito de Aracaju. “Álvaro teria questionado a Edvaldo sobre, em sendo ele do PC do B, como é que ficaria a sua relação com o PT em Sergipe”, diz a fonte sergipana em tradução do que lhe informara a paranaense.
 
A resposta de Edvaldo a Álvaro teria sido a mais pragmática possível. Literalmente assim: que ele estaria querendo se desvincular da marca petista em Sergipe. Edvaldo teria dito que o PT estaria muito desgastado no Estado e no país.
 
Teria admitido, ainda, que estaria sentindo que a questão da esquerda comunista no Brasil está muito fragilizada e que ele a quereria se desgarrar disso. Desgarrar e construir novos horizontes, pensando no futuro.
 
Curiosa com todo o roteiro desta ação de Edvaldo Nogueira em direção ao Podemos, a fonte sergipana não se conteve e quis saber da fonte paranaense o desfecho: “E isso vai dar certo?”. No que obteve de resposta, o seguinte: “Não, porque Álvaro Dias ficou muito desconfiado”.
 
Tudo isso pode ser e pode não ser. Em política, não há impossibilidades e nem possibilidades plenas. Mas este tipo de ação atribuída a Edvaldo Nogueira carece de um pouco de racionalidade e relativismo.
 
Nesse caso, primeiro deve se ater ao fato de que Edvaldo tem liga ideológica. Obedece a dogmas profundos de um partido comunista que ainda rema pelos canais da utopia programática. E quem vem daí, raramente joga tudo pro alto e se aventura numa senda ou seara que tem o nome de autoajuda Podemos.